Mil podem cair ao meu lado: A história da composição da música “Esconderijo”

Por trás da composição da música “Esconderijo”, estão duas outras histórias. São experiências que falam da confiança que devemos ter no Senhor nos momentos de dificuldade e da influência que o salmo 91 pode ter na vida daqueles que se apegam às suas promessas.

Um salmo para mim

Em 2009, participei de um evento na Bahia com a presença de pessoas de vários países da América do Sul. Bem nesse tempo, a Influenza A (H1N1), a famosa “gripe suína”, estava assustando todo mundo. Segundo a Organização Mundial de Saúde, nessa fase mais de duas mil pessoas já tinham morrido no planeta vitimadas pela doença, sendo 85% dos casos só na América Latina.

Bem, nem precisa dizer que eu estava com aquele frio na barriga. Algumas pessoas, por precaução, andavam de máscara – o que causava certo medo. Pior foi quando um caso de H1N1 foi confirmado num argentino. Mas na verdade, o pior mesmo foi quando eu passei a ter os sintomas.

Fiquei os três últimos dias do evento bem mal: febre alta, cansaço, dor de cabeça, e até vômito constante, que é um sintoma raro, mas presente em casos de Influenza A. O hospital da região não tinha nenhuma condição para avaliar o caso.

Na volta para o interior de Alagoas, onde eu morava na época, tive que parar no meio da viagem para ser internado. Fiquei num hospital particular em Aracaju, Sergipe. Cheguei a ir a um hospital público, único lugar em que estavam disponíveis as vacinas, mas informaram que só estavam tratando dos casos terminais! (Pelo menos eu não era um desses casos).

Fiquei dois dias nesse hospital. Fiquei sozinho. E numa situação como essa, tudo passa pela cabeça. E se realmente fosse a tal H1N1?

Meus pais, que moram no Rio Grande do Sul, ligaram para uma médica que conheciam lá em Aracaju, a dra. Lílian. E ela foi me ver.

A dra. Lílian (na foto acima) foi muito atenciosa comigo. A primeira coisa que me mandou fazer foi tomar banho (ótima ideia!). Também pediu que trouxessem mais comida. Mas o melhor que ela fez pra mim foi recitar um salmo. Sim. Recitar um salmo que eu tantas vezes tinha lido, tinha ouvido… Mas naquele momento aquele salmo fez diferença na minha vida. Era o salmo 91…

Nada descreve a paz que eu senti naquele momento. Até hoje não sei qual realmente foi o problema que tive, mas o que sei é que senti o Senhor bem perto de mim. Parece que aquele salmo tinha sido escrito para mim. E na mesma hora eu pensei: “Eu preciso fazer uma música com esse salmo”.

Um Salmo para Lílian

Mas eu não sabia que aquele salmo também tinha sido escrito para a dra. Lílian.

Desde a infância a avó dela dizia: “Lilinha, mil cairão ao seu lado, e dez mil à sua direita, e você jamais será atingida. Você é ungida, separada por Deus, e terá um marido cristão, temente a Deus e que a ame”. Quando Lílian começou a faculdade de medicina, sua avó continuava lendo o salmo 91 e afirmando: “Lilinha, mil cairão ao seu lado, e dez mil à sua direita, e você jamais será atingida. Você é ungida, e sempre que você atender a um paciente, diga: ‘Senhor, eu estou tocando, mas quem está curando é o Senhor’”.

Mas eu mal sabia que naquele tempo as palavras do salmo 91 estavam ecoando mais forte do que nunca na mente da doutora de branco à minha frente. Ela lutava com Deus para voltar para igreja e procurava uma resposta urgente: pedia para que seu noivo aceitasse o batismo, que então acontecesse o casamento e, finalmente, ela pudesse voltar à igreja. Ela me contou: “Eu estava sem exercer alguns princípios determinados por Deus, dando mais valor ao material, descuidando da saúde, exagerando na vaidade e em alguns prazeres do mundo, mas Deus nunca se afastou de mim, pois ele sempre foi supremo e presente na minha vida”.

Pouco tempo depois do nosso encontro no hospital, Lílian ficou doente. Ela me escreveu: “Deus permitiu que eu adoecesse. E neste período me foi revelado uma grande falha de caráter e alteração no comportamento do meu então noivo e, como de costume, comecei a ler o salmo 91 – não apenas uma vez por dia, mas 7 vezes a cada vez que eu o lia. Quando a angústia tomava conta do meu coração, eu sentia que Deus estava me chamando de volta ao lar, e hoje tenho a certeza que ele já tinha separado o melhor para mim”.

É impressionante ver como as poucas linhas do salmo 91 sempre estiveram presentes na vida da avó da Lílian, depois na vida da Lílian, na minha, e na vida da Lílian – mais uma vez, e forte como nunca.

Um salmo para você

A dra. Lílian voltou a se abrigar à sombra do Onipotente. E lembro quando meus pais me contaram da alegria dela ao saber que aquele nosso encontro tinha gerado uma música. Mas a influência desse salmo não vai parar. Permita que essas palavras e essa música toquem sua vida e também daqueles que estão ao seu redor e precisam dessa promessa.

Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo

e descansa à sombra do Onipotente pode dizer ao Senhor:

Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza,

o meu Deus, em quem confio.

Ele o livrará do laço do caçador e do veneno mortal.

Ele o cobrirá com as suas penas, e sob as suas asas você encontrará refúgio;

a fidelidade dele será o seu escudo protetor.

Você não temerá o pavor da noite, nem a flecha que voa de dia,

nem a peste que se move sorrateira nas trevas, nem a praga que devasta ao meio-dia.

Mil poderão cair ao seu lado, dez mil à sua direita, mas nada o atingirá…

[Salmos 91:1-7]

Anúncios

5 Respostas para “Mil podem cair ao meu lado: A história da composição da música “Esconderijo”

  1. Parabéns Daniel Lü… (não ouso escrever seu nome..rsrsrsrs)

    Suas músicas tem sido usadas por Deus para inspirar muitas pessoas. Tenho feito um trabalho com os jovens em nossa igreja, muitos que estão voltando pra Jesus. Na programação da Sexta Jovem aqui, usamos suas músicas em 2011 e todos adoravam (nos 2 sentidos, gostavam e louvavam …)

    Parabéns, que vc tenha uma vida muito produtiva nessa área.

    Pr. Harley Burigatto
    Naviraí/MS
    http://www.sextajovemnavirai.blogspot.com

  2. Que experiência! quão bonito é ver o Espírito Santo trabalhando de uma forma tão especial!
    Tive a oportunidade de presenciar o reencontro entre você e a Lílian, quando o musical Salmos foi apresentado na Igreja Central de Aracaju. Emocionate!
    Que a cada dia o Altíssimo o use Pr. Daniel, e que outras experiências como essa nos sejam reveladas.

    Forte abraço!

  3. Que maravilha ver o resultado da atuação do Espírito Santo na vida dos que são usados por Ele. Continuemos à sombra do Onipotente.

  4. Adorei a homenagem merecida à Dra. Lilian.Pessoa Linda e incomparável . Parabéns Daniel e Dra Lilian, e que Deus os Abençoe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s